sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Cruzeiro consegue empate importante no Rio: 1x1

Flamengo 1 x 1 Cruzeiro - Final - 1º jogo - Copa do Brasil 2017 

De Arrascaeta foi o autor do gol que fez a alegria da Nação Azul.
Bem encaminhado
Sim, claro que jogos de decisão, sobretudo entre dois gigantes do futebol brasileiro são sempre muito imprevisíveis, mas, é claro também que o Cruzeiro conseguiu um resultado importantíssimo para quem almeja levantar a 5ª taça da Copa do Brasil. O time foi inteligente e aplicado taticamente. Sufocou o Flamengo dentro do Maracanã e conseguiu que a decisão ficasse para Minas Gerais. Mesmo tendo sofrido um gol ilegítimo, foi a frente e conseguiu numa bobeira do goleiro do time carioca empatar a peleja. Louvável sim a luta dos nossos guerreiros contra a pressão de milhares de almas rubro-negras. Não foi uma batalha fácil, mas com sorte, persistência e muito suor, mesmo numa noite em que nossos craques não estavam inspirados trouxemos para BH um placar bastante satisfatório.

O jogo
O Cruzeiro começou melhor. Sufocava o Flamengo e conseguia chegar a área adversária. Mais da metade do 1ºtempo foi assim, com o domínio Celeste. Pecávamos no último passe, no arremate das jogadas ofensivas, como tem sido nesta temporada reiteradamente. Por volta dos 30 o time carioca deu uma acordada e equilibrou as coisas. Mesmo tendo melhorado não conseguiu furar nosso bloqueio defensivo e a peleja foi para a 2ª metade do jogo exatamente como começou: 0x0. Na etapa final os dois times vieram com grande vontade de abrir o placar. Mesmo com grande aplicação dos jogadores de lado a lado o gol não saía. Só aos 31 minutos o Flamengo abriria o placar num gol ilegal. O autor se encontrava em impedimento. Nada de falar que foi roubo de juiz, foi um lance difícil. Na minha visão a arbitragem foi totalmente isenta neste jogo, felizmente. O Cruzeiro não se abateu, com a entrada de Arrascaeta ficou ainda mais perigoso. O Flamengo que tem mais mérito do meio para frente, sofreu com nossas investidas e aos 38 num bom chute de Hudson, defensável, é bom que se diga, o goleiro bateu roupa e Arrascaeta mandou para as redes empatando e provocando uma explosão de alegria na Torcida Azul.

Destaques
Nosso time não fez uma grande partida. Conseguiu o mérito de empatar o jogo graças a uma ótima aplicação tática e obediência a filosofia do técnico. Muita marcação e atenção. Não temos um ataque operante. Ontem Sóbis estava perdido, não fez nada de útil. Thiago Neves não estava inspirado da mesma forma que Alisson que não atacou como em outras ocasiões. Diogo Barbosa ficou mais preso e não apoiou prejudicando muito o desempenho de Alisson. No meio e na defesa estávamos muito bem. O time carioca é fraco, ou pelo menos não foi nem um pouco brilhante ontem. Não tem grandes nomes e Diego também estava apagado. Tomara possamos jogar um belo futebol no Mineirão que há plenas condições de já estarmos ganhando no 1º tempo por uns 2 gols de diferença.

Substituições
Mano errou em tirar Alisson. Acertou com Sóbis, acertou com Thiago Neves e deveria ter tirado o Robinho ao invés do Alisson. Alisson não jogou exatamente pelo cuidado maior que foi determinado pelo próprio técnico com a parte defensiva. Diogo Barbosa não apoiou o ataque prejudicando Alisson. Com o cartão de Sóbis, Raniel pode ter a chance de começar jogando, mas quem sabe Arrascaeta entra de cara. O argentino precisa ter mais tempo para ajudar o Time Azul e a esta altura, com certeza já poderá jogar uns 30 ou 40 minutos. Pense nisso Mano, pense nisso. Avante Celeste.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 1 X 1 CRUZEIRO-MG
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 7 de setembro de 2017 (Quinta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Renda: R$ 7.039,230
Público: 56.135 pagantes
Cartões amarelos: Everton (Flamengo) e Rafael Sóbis, De Arrascaeta e Raniel (Cruzeiro)
Gols:
FLAMENGO:
Lucas Paquetá, aos 31 minutos do 2º Tempo
CRUZEIRO: De Arrascaeta, aos 38 minutos do 2º Tempo
FLAMENGO: Thiago, Rodinei (Vinícius Junior), Réver, Juan e Pará; Márcio Araújo (Gustavo Cuéllar), Willian Arão e Diego; Orlando Berrío, Lucas Paquetá (Gabriel) e Everton
Técnico: Reinaldo Rueda
CRUZEIRO: Fábio, Ezequiel, Leo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Robinho, Thiago Neves (De Arrascaeta) e Alisson (Rafinha); Rafael Sobis (Raniel)
Técnico: Mano Menezes

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Notícias do Maior de Minas - Site Oficial

Globo Esporte

Você no mapa:


Visitor Map